27 de out de 2011

Imitação de Cristo - série II

Todo homem tem o desejo natural de saber, conhecer, descobrir, MAS QUE VALE A CIÊNCIA SEM O TEMOR À DEUS? ( É sobre isso que quero refletir.)


Hoje li a seguinte frase: " O camponês humilde que serve a Deus está, sem dúvida, acima do filósofo soberbo, que, descuidando a sua alma, observa o curso dos astros." Algo a se pensar!!!


Amo pesquisar, descobrir... sou muito curiosa e isso se torna um bom passatempo para mim. Porém, tenho entendido que há muitas coisas que sabê-las, pouco ou nenhum proveito traz para a alma. Nos tornamos insensatos quando focamos demasiadamente determinada "coisa" e não nos ocupamos em desenvolver nossa salvação.
 De que nos adianta ganhar o mundo inteiro e perdermos a nossa alma?
O muito conhecer não sacia a alma; é a vida santa que preenche o coração, é a consciência pura que inspira grande confiança em Deus. Uma coisa é certa: se quero saber e aprender algo util, devo aprender a viver ignorado e ser tido por nada. É duro, mas é a verdade. Somos nada, somos pó...Ele é tudo: o saber, o conhecer, a sabedoria, consolo... TUDO, TUDO....A ciência mais alta e mais proveitosa é o verdadeiro conhecimento e desprezo de si mesmo.
Feliz aquele a quem a VERDADE por si ensina, não por figuras, ensinos, ou estudos. Nossa razão e nossos sentidos veem pouco e muitas vezes nos enganam. Grande insensatez descuidarmos do que é útil e necessário para nos aplicarmos com gosto ao curioso e nocivo.Nosso maior empenho deveria ser vencer a nós mesmos, tornando-nos cada dia mais fortes na semelhança de Cristo.
Toda perfeição nesta vida anda mesclada de alguma imperfeição e na nossa inteligência não há luz sem sombras. O humilde conhecimento de nós mesmos é o caminho que leva a Deus.






Não penso que a ciência ou o simples conhecimento das coisas sejam condenáveis, porque em si são bons e ordenados por Deus - Ele é o criador de todas as coisas. Mas porque, na maioria das vezes, nos empenhamos tanto em conhecer este mundo e seus modismos ao invés de nos dedicarmos em conhecer o Pai e SEU REINO? .


"E, na verdade, tenho também por perda todas as coisas, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas, e as considero como escória, para que possa ganhar a Cristo " - (Filipenses 3:8)


Entendo que não devemos dar crédito a qualquer palavra nem obedecer a todo impulso, mas pesar tudo na presença de Deus com prudência. Grande sabedoria é não aferra-se ao próprio parecer, menos ainda crer sem discernimento em tudo o que dizem os homens e, nem mesmo encher os ouvidos alheios do que ouvimos ou cremos.  Quanto mais formos humildes e submissos ao Senhor, maior será nossa sabedoria.
Nos tornamos insensatos quando colocamos nossa esperança nos homens,  em contrapartida nos tornamos  sábios quando não nos apoiamos em nós mesmos mas em Deus. Não devemos confiar na ciência ou em homens, mas na graça de Deus.


" No coração humilde, paz contínua; no soberbo, frequente ciúme e a irritação."