6 de fev de 2009

Buscando o caráter de Cristo

Gente... Deus é lindo!!!!
Não existe nada mais verdadeiro do que Sua Palavra.
Está escrito:
“Se você me chamar, eu responderei e lhe contarei coisas misteriosas e maravilhosas que você não conhece”. (Jr.33:3)
Com exemplos tão simples Ele nos ensina coisas grandes e ocultas.
Alguns meses atrás ouvi uma pregação sobre “O caráter de Cristo”. Naquele dia pude perceber que em mim, nada havia de Cristo, muito pelo contrário, eu me parecia com qualquer coisa menos com ELE.
Que decepção!!!
Percebi que ter o caráter de cristo não é tão fácil quanto eu imaginava. Entendi também que jamais conseguiria isso pela força do meu braço.
Então comecei a clamar, clamar e clamar... todos os dias.
Eu orava mais ou menos assim: “Deus eu não sei como, mas quero ser aperfeiçoada...
Quero parecer com Jesus...
Eu sei que, algumas vezes, isso vai doer, mas quero aprender.
Ensina – me...
Ajuda-me!”
Por alguns meses não obtive resposta alguma, mas hoje a resposta veio. Aleluia!!!!!

E essa reposta veio do Senhor trazendo-me o entendimento de que quando os primeiros discípulos escolheram seguir a Jesus, eles não compreendiam qual seria o peso de tal decisão. Simplesmente, atenderam o convite de Jesus. E Deus me disse que isso é tudo que eu preciso para começar: decidir tornar-me um discípulo.
Pediu-me para pensar em um bebê.



E com uma voz doce, começou a me ensinar.
Ao nascer, um bebê ainda não tem um caráter, ele pode ser até parecido com seu pai ou mãe fisicamente, mas é ao longo do tempo que o caráter vai ser formado. E é com o tempo que ele aprenderá o que é “certo” ou “errado”.
O bebê é totalmente dependente de seus pais, precisam deles para se alimentar, tomar banho... Até o dia que começa a dar os primeiros passinhos. A partir daí, já não quer ficar tanto tempo no colo, já não aceita tão facilmente que os pais coloquem o alimento em sua boca. E isso não é ruim, é necessário.
O que acontece é que à medida que essa criança cresce, muitas estruturas são formadas no seu interior, algumas boas outras ruins.
Alguns se tornam adultos irados, sem paciência, sem alegria e sem paz. Outros se tornam rebeldes, insubmissos e rancorosos. E ainda encontramos aqueles adultos que crescem fisicamente, mas recusam-se a crescer interiormente, tornando-se pessoas mimadas, egoístas, inseguras...
Eu me tornei uma adulta com algumas destas e outras péssimas características. Na verdade, dentro de nós, existe “maus frutos” que precisam ser eliminados, pois, se isso não ocorrer eles começarão a cheirar mal e todos ao nosso redor começaram a sentir.
Após recebermos a Cristo como nosso Senhor e Salvador somos batizados, ali o velho homem é morto e o novo homem nasce.
Mas será que realmente isso é uma realidade em nossas vidas? Será que após sairmos das águas nossas velhas atitudes mudam? E como são as nossas reações diante dos problemas?
Creio que alguns hão de concordar comigo que não é bem assim que acontece. Ser um “novo homem” não é algo instantâneo em nossas vidas.
A bíblia diz:“Nasce o novo homem”. Isso implica que volto a ser um bebê, espiritualmente falando. E um bebê não caminha com suas próprias pernas até estar preparado para isso.
Tenho percebido que apesar de alguns cristãos terem passado pelas águas ainda mantém a velha natureza. E isso pode ser observado quando ouvimos alguns discursos recorrentes: “Eu nasci assim, essa é minha natureza.
Isso é um engano de Satanás!!
Quando se nasce de novo, o velho homem morre e a natureza humana também tem que morrer. Então começa a ser formado em nós um novo caráter - o de Cristo. E assim como uma criança tem os seus pais para instruí-la e até mesmo interferir na formação de seu caráter, quando nos rendemos a Jesus, temos o Espírito Santo para nos ajudar na nossa caminhada rumo plenitude de sermos parecidos com Cristo.
É necessário entender que não podemos reproduzir o caráter de Cristo por nossos próprios esforços. Somente o Espírito Santo tem o poder de realizar as transformações que Deus deseja para nossa vida. As características de cristo não são produzidas por imitação, mas por habitação.
Todas as vezes que escolhemos Obedecer ao invés de pecar estamos desenvolvendo o caráter de Cristo.
Em Gálatas 5:22 está escrito: “Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança”.
Estas são as qualidades do caráter de cristo. Ter o fruto do Espírito em nossa vida é ser semelhante a Jesus. Assim como eu, você pode estar pensando neste exato momento, que ter todas estas características é totalmente impossível.
Mas Deus é cheio de sabedoria e bondade e Ele sempre soube que algum dia um de Seus filhinhos iria pensar desta forma. Mas Ele quer nos revelar coisas grandes e ocultas, não é mesmo? ?
Pensem comigo!!
Imaginem um fruto qualquer, agora pense que este mesmo fruto está pronto para ser consumido. Hum...
Mas nenhum fruto surge do nada. Antes de chegar á nossa mesa, foi necessário todo um processo antecedente. Primeiro uma semente teve que ser plantada, regada, cuidada. Depois esta semente começa a crescer e vai crescendo, crescendo... Até se tornar uma grande e forte árvore. Só então estará preparada para dar seus frutos deliciosos. Mas nenhum fruto se desenvolve rapidamente, é preciso esperar o processo do amadurecimento.
Assim somos nós. Primeiro Deus planta em nós a semente (Sua palavra), começa a regar e cuidar. Com isso, vamos crescendo e ficando fortes, até que chega o dia em que damos nossos primeiros frutos.
Entendi que Deus desenvolve o fruto do espírito em nós, permitindo que passemos por situações nas quais seremos tentados a exteriorizar uma característica exatamente oposta.
A forma que Ele nos ensina a amar, por exemplo, é pondo pessoas “desagradáveis” ao nosso redor. Deus nos ensina a verdadeira alegria por meio da aflição. Sabe por quê? Porque amar pessoas agradáveis e ser feliz quando não estamos aflitos, não exige nenhum caráter.
Aprendemos o que é Paz, quando optamos por confiar em Deus em situações adversas.
E a paciência??... Ahhhh... Ela só é cultivada em situações que somos obrigados a esperar.
Cada vez que derrotamos uma tentação, estamos nos tornando mais semelhantes a Jesus. Esta é a verdade!!!!!!!!!!!!